Implementando um ERP em nuvem: Segurança e controle da informação

Implementando um ERP em nuvem: Segurança e controle da informação

Com o avanço de novas tecnologias, a inteligência de negócios está se tornando algo cada vez mais robusta através de softwares de ERP abrangentes e flexíveis. Embora essa inteligência de negócios ajude as empresas a alavancarem seus resultados e melhorarem seus processos, muitos gestores enxergam alguns desafios em relação a infraestrutura de segurança e controle da informação de servidor em nuvem.

Sabemos que implementar softwares de gestão em nuvem pode parecer algo intimidador se você não está acostumado com este tipo de tecnologia, mas este artigo foi escrito para te explicar 4 passos de como facilitar a implementação de um ERP em nuvem:

1. Crie um plano de implementação detalhado:

O primeiro passo é fazer um plano para a implementação geral do sistema, isso economizará tempo e ajudará na gestão de tarefas dos envolvidos.

Para iniciar o planejamento da implementação junto com a empresa fornecedora, é necessário realizar um mapeamento de todos os seus processos, necessidades e anseios que precisam ser customizados ou desenvolvidos pelo software.

Em seguida, faça o levantamento de todas as atividades e responsáveis para criar um cronograma com as datas de entrega e acompanhamento dos assuntos.

2. Inicie o processo de implantação:

Depois de mapear todos os processos e realizar o planejamento de todas as atividades a serem executadas pela sua empresa e pelo fornecedor, chegou o momento de iniciar o processo de implementação em parceria com o a empresa parceira que fornece o sistema.

Comece acompanhando as configurações de subida da base na nuvem, para garantir o êxito do início do projeto. A partir disto já é possível começar a criar os usuários e seus respectivos níveis de acesso. Tenha muita atenção nesta etapa pois possui impactos diretos na segurança e controle das informações de toda empresa.

Vale lembrar que caso a sua empresa esteja outro software em seu sistema, também precisará se atentar também na integração e troca de dados.

3. Treine seus funcionários sobre como usar seu novo software de ERP:

Em seguida comece a execução dos treinamentos iniciais de parametrização de informações dos itens padrões podem ser iniciado, para posteriormente iniciar os treinamentos dos processos mais complexos.

Para alcançar proficiência com o novo software, você precisará acompanhar a execução dos treinamentos dos funcionários que usarão o software.

Configure um processo de feedback para ser aplicado posteriormente. O feedback do usuário é extremamente importante para o sucesso e adoção do software. Faça alterações à medida que surgirem e leve em consideração todos os comentários. Seu negócio, software e processos serão melhores por causa disso.

4. Execute as homologações integradas:

Após a finalização dos treinamentos de toda equipe, é o momento de iniciar a homologação integrada, ou seja, realizar testes em todo o sistema para garantir a transação das informações de forma segura entre as áreas.

Conte com a equipe especializada da empresa fornecedora de software para realizar o acompanhamento dos testes, identificação e atuação em possíveis GAPs que podem surgir ao longo do procedimento.

Após a finalização destes 4 passos, você está preparado para virar a chave para o sistema novo! Claro, que podem surgir possíveis ajustes a serem realizados no momento da virada, mas conte com a equipe do seu fornecedor de ERP em nuvem para corrigi-los.

Quer saber mais sobre os benefícios de implementar um ERP em nuvem na sua empresa? Clique aqui e entre em contato com nosso time de especialistas.

Postagens Relacionadas

Deixe um Comentário

Copyright © 2020

Design by Procfit

Fale conosco

0800 772 8595

contato@procfit.com.br

Nossas Redes Sociais